nao me arrependo do que fiz

neu corraçao,  
nao sei porque,
nem cosigo controlalo,
pois ele nada previsivel me trouse voce,
e voce sem me perguntar me feis sofrer, 
mais agora falo obrigado, porque com o sofrer 
a alegria surgiu e me trouse algo novo, esurpriendente
mas nao fique tris quando voce souber que nao e voce,
ou quando nao aver ninguem para enchugar suas lagrimas


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A maneira que encontra para viver

Nunca direi adeuz