Á chuva.

Com tuas suaves brisas,
Com sua lagrimas, que percorre o mundo a fora.
Á chuva, si eu pudesse enxugar tuas lagrimas.
E apos isto tela apenas para mim.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A maneira que encontra para viver

Nunca direi adeuz